Ir para conteúdo


Últimas Imagens da Galeria

   

- - - - -

O Fim de uma Era - parte 2

FFXIV Fim Era

A história do jogador continua. Nessa segunda parte iremos saber mais sobre o estranho poder de visualizar o passado e a estranha agitação das tribos bestiais, e os primeiros passo da invação do Império Garlean. Pequenos acontecimentos que prenunciam um cruel futuro para Eorzea.
Introdução


No A Realm Reborn, mesmo que interligado com o velho Final Fantasy, não é contado a mesma história, mas sim continua ela depois de cinco anos do início da Sétima Era Umbral. Como os servidores do jogo foram fechados não haverá mais oportunidade para nenhum jogador seguir por essa história, e aqueles que começarem no A Realm Reborn vão ter muita pouca noção do que realmente aconteceu no passado do jogo. Esse é o objetivo desse artigo: contar essa história.

A história aqui descrita apresenta novos personagens e o início do conflito entre os Garleans e as tribos bestiais, mas com menos agitação que a parte anterior. E por ser um jogo online, no FFXIV o personagem principal sempre é o jogador, e por isso, ao mencionar o jogador no texto está se referindo ao personagem criado por você.

Novamente peço desculpas pelo texto tão grande, pois sei que algumas pessoas tem problemas com leituras longas. No FFXIV existem muitas cenas e informações que exigiram de mim bastante esforço para resumir num texto rápido, mas a leitura está rápida, e dar para ler em poucos minutos sem qualquer dificuldade, e espero que gostem.

Recomendo ler a primeira parte antes de continuar

~ Lesh

Desvanecendo na Luz

Enquanto tentava entender como era possível ver a morte de uma pessoa no passado, o jogador vai ao encontro de Minfilia, em Walking Sands. Ao chegar foi apresentado por um lalafell chamado Tataru, que o leva até a senhora que o esperava em sua sala. Minfilia diz está atuando como Antecedente do Caminho dos Doze, que é uma organização dedicada à documentação e pesquisa de intervenções divinas, conhecidos como milagres.

De repente o jogador presencia um momento no passado que Tataru conversa com Minfilia sobre ele, como se realmente estivesse lá, e eles reagiram a sua presença. Quando volta ao presente Minfilia diz que o jogador passou no teste, e revela que esse poder se chama Echo. Vários tiveram esse poder despertado, testemunhando uma chuva de fogo exatamente como o jogador.

Imagem Postada

O jogador presencia Minfilia falando com Tataru no passado


Minfilia explica que o Caminho dos Doze tem como objetivo estudar esse poder e oferecer ajuda aqueles que o carregam. Também, a organização fornece meios de usar o Echo para melhorar o mundo e trazer a paz em Eorzea. Jogador se junta ao grupo, e entusiasmada por essa decisão, Minfilia explica que o Echo permite explorar as memórias das pessoas, alcançando o seu passado e também entendendo seu idioma.

E depois de seguir Tataru para ter seu nome registrado na organização, o jogador é apresentado a um grupo de companheiros, e a pessoa que escolhe para ser o seu “companheiro de caminho”, se chama Ariane, que é bastante espirituosa e que não se importa com a companhia do jogador.

Juntos nós Resistiremos

Pouco depois o jogador foi convocado para Walking Sands, onde encontra Minfilia tentando compreender o que um grupo de Sylphs dizia. O jogador usa o poder do Echo para saber que Garleans estão invadindo Moonspore Grove, o Lar das Sylphs perto de Gridania. Minfilia ordena que o jogador vá para o local com Ariene para investigar.

Ao chegarem no lugar, o jogador e Ariene encontram algumas Sylphs em pânico, dizendo que os Garleans estão perto de Grove, e se conseguirem chegar, as sementes das Sylphs serão destruídas e isso seria o fim da tribo delas.

Com um plano, as Sylphs distraem os soldados Garleans para que o jogador e Ariane passam pelos sentinelas furtivamente para chegarem em Grove antes deles. Lá eles levam as sementes para um lugar seguro salvando assim a tribo das Sylphs, que não pretendem sair da floresta apesar da presença dos soldados imperiais.

Imagem Postada

Sylphs guiando os Garleans pelo caminho errado


A missão foi cumprida, mas outro grupo do Caminho dos Doze aparece não apreciando a intervenção dos novatos. Porém Minfilia ficou satisfeita pelo desempenho do jogador e de Ariene, e os recompensam com generosidade.

Continua na prócima página








8 Comments

Escreve logo a terceira parte.
Você tá muito lento Lesh. hehehehe.
Eu até iria mais rápido, porém vai aparecendo um monete de coisas pra fazer ao mesmo tempo que acaba atrapalhando. A próxima parte vou tentar publicar até a próxima sexta se nada de errado acontecer.
Lesh cade a terceira parte meu filho?
Vai atrasar um pouquinho. Além de trabalho, ainda teve a viagem e curtição do carnaval que atrapalhou. Mas vai sair nessa semana.
Eu também viajei. Isso não é desculpa. Hehehehe.
lol

Mas tbm tenho que escrever outras coisas. Não dar pra ficar escrevendo só sobre FFXIV.

marciodesaf
Jul 31 2013 03:42
Lesh, você ainda pretende dá continuidade a história? Eu não joguei FFXIV, mas estou jogando o a realm reborn no beta e pretendo continuar, eu gostaria de saber um pouco mais sobre a história do antigo jogo e se você continuasse agradeceria bastante! Obrigado.
Vou continuar sim. Só estou esperando o trabalho dar uma relaxa que eu devo postar um atrás do outro. E muito cansativo traduzir essas histórias, então preciso de um bom tempo de sobra e uma bela de uma paciência tb